O jogo foi definido cedo na maratona feminina no Rocky Man 2015, neste sábado (dia 7), no Rio de Janeiro. Após uma largada tranquila, o pelotão principal se destacou rapidamente, com a norte-americana Michelle Yates, Anne Marie Hyrylainen, do Team Escandinávia, e a argentina Maria Peralta definindo o ritmo e abrindo distância logo no começo da prova. As atletas começaram correndo pela orla da praia da Barra, seguindo pela ciclovia da Reserva Ecológica da Marinha. Uma chuva fina caía durante os primeiros quilômetros do percurso, mas a garoa logo deu trégua às corredoras. As brasileiras Dione Chilemmi, Giovanna Martins e Letícia Saltori, respectivamente das equipes Aroeira, Sulbrasilis e Núcleo Aventura, mantiveram bom ritmo e seguiram o pelotão de elite alguns minutos atrás.
Na metade do percurso, em Grumari, a finlandesa Anne-Marie, do Team Escandinávia, foi a primeira a cruzar o pórtico, seguida por Maria Peralta, do Team Argentina, a norte-americana Michelle e Dione, da aroeira. Na volta em direção à Barra, a escandinava consolidou sua liderança, abrindo cinco minutos de distância da segunda colocada. A principal briga da corrida ficou pela segunda e terceira colocações, que foram divididas e alternadas pelas atletas do Canadá, Argentina e pela brasileira Dione. A norte-americana Michelle, que passou a primeira metade da prova brigando pela liderança, ficou para trás na chegada ao Grumari e terminou na sétima colocação.
Anne-Marie venceu a prova com folga. Dione Chilemi, da Aroeira, ficou em segundo e a neozelandesa Nicki McFadzien completou o pódio. A canadense Anne-Marie Madden chegou em quarto lugar, seguida por Maria Peralta.07
SHARE