Surfista da equipe catarinense desbanca favoritos e faz história no RockyMan 2015

O surfista André Mói enfrentou uma verdadeira maratona para vencer a prova de “surf” do RockyMan 2015. O surfista de Santa Catarina chegou focado, avançou os rounds iniciais pela regularidade e perante aos favoritos da etapa, não deu chance pra ninguém na final para sagrar-se o Campeão na Barra.
A tarefa não foi fácil. Faltando apenas 1 minutos para a buzina de fim de prova, Mói despencou em uma bomba cascuda no crítico e manobrou com segurança até o inside para virar a bateria sobre o carioca Simão Romão, que já comemorava na areia. Na soma de resultados, André fez 15.50 pontos contra 14,50 de Simão para levar o título. Neste round também correram o português Luca Petersen, radicado na Noruega que corre pelo time da Escandinávia, e o pernambucano Franklin Serpa, que representava e equipe Gantuá da Bahia.
Antes do embate final, o atleta da Sulbrasilis já tinha desbancado os dois maiores favoritos da etapa. Nas quartas-de-final ele tirou da disputa o waterman Caio Vaz, atual Campeão Mundial de Sup Wave, e bicampeão do RockyMan com o USA Team. Na bateria seguinte, foi a vez dele eliminar o vice-campeão da etapa de 2014, Matheus Faria, de Arraial do Cabo (RJ), que corre pela equipe Brasília Multi-Esporte e estava literalmente voando com tubos e aéreos.
No total, aconteceram cinco rounds em ondas pesadas no Posto 4 da Barra da Tijuca. Séries de até 2 metros explodiam sobre a bancada e até os jet-skis tiveram muitas dificuldades para varar a arrebentação.
Surfistas de destaque na cena participaram da prova. Junto dos já mencionados, Phil Rajzman, o campeão mundial de longboard (2007), trouxe seu prestígio ao evento. Assim como fez o big rider da nova geração Lucas Chumbinho, que substituiu Pedro Scooby na Equipe Núcleo Aventura; entre outras feras do esporte.
Confira abaixo a classificação final da modalidade SURF:
1. André Mói – Sulbrasilis
2. Simão Romão – Quasar lontra
3. Luca Petersen – Escandinávia
4. Franklin Serpa – Gantuá
5. Matheus Faria – Brasilia MultiEsportes
6. Lucas Chumbinho – Núcleo Aventura
7. Beto Mariano – Selva
8. Buck Woods – Nova Zelândia
9. Caio Vaz – USA
10. Marco Aurelio – 4 Any 1
11. Dan Billon – França
12. Martin Passeri – Argentina
13. Phil Rajzman – Start
14. Douglas Noronha – Aksa
15. Thiago Bove – Aroeira
16. Andrew Logreco – Canadá
17. Guilherme Cordeiro – Brou
18. Leonardo Irie – Haka
*A equipe Terra de Gigantes foi finalizada por atraso.
SHARE